O direito de falar!

Então hoje estava na aula, quase dormindo, e decidi no intervalo de 5 minutos que temos ir no mercado abastecer minhas besteirinhas que fico comendo durante a semana. Peguei um chocolatinho, uma bolacha, um salgadinho e analisei as filas. Todas cheias. Até a de Até 10 volumes estava cheia.

Mas fui na Até 10 volumes. Fiquei esperando na fila de Até 10 volumes. Passou um cara com duas coisas na fila de Até 10 volumes. Eu esperei. Passou mais um com cinco coisas na fila de Até 10 volumes. Eu esperei.

Ai chegou uma tiazinha, com o carrinho (que estava escondido da minha visão) e começou a tirar coisa. Tirar coisa. Tirar coisa. Eu olhei a placa para ver se era fila preferencial também, e não era. Contei as coisas dela, pra ver se por uma ilusão tinha 11 volumes, vai lá. Tinham mais de 20. Mais de 20 produtos na fila do Até 10 volumes.

Estou repetindo isso por que nesse país parece que as pessoas não entendem as coisas claras. O que pode na fila de Até 10 volumes? Pode 11? Não pode. Não pode. 20 pode? Muito menos.

Ai me enfezei. A mulher não quis sair. Eu mandei ela sair. Acha que alguém da fila disse mais alguma coisa? Na minha frente tinha um homem segurando UM achocolatado. Acha que ele ficou do meu lado? Todos ficaram quietos, inclusive a caixa do maldito supermercado.

Então a lição de hoje crianças é bem clara: FALEM! Falem! Não importa que você tenha o dia todo para ficar na fila. Um dia você não vai ter, e vai acontecer isso.

Não importa se é na fila do Até 10 volumes, ou se é na maldita fila do banco gente, onde o que se mais vê é a mãe segurando uma criança de 4, 5 anos no colo! É CRIANÇA DE COLO, e não CRIANÇA NO COLO! Se a criança consegue andar sozinha, NÃO É MAIS NA FILA!

“Ah, mas coitada, a criança tá correndo pra todo lado!”

A culpa é sua? Não. Então amigo, FALE! Da próxima deixe o filho em casa, simples! FALEM pessoas, falem as coisas, não tenham vergonha, e apoiem quem fala. Não saia falando do que não sabe, é claro. Não vá gritar sem saber do que está acontecendo, mas fale. Primeiro educadamente, e se não resolver, CONTINUE FALANDO!

Anúncios

Um comentário sobre “O direito de falar!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s